FANDOM


Não confunda com o jogo Batman: Arkham Origins.
Visão Geral

Batman: Origens do Arkham
Origens de Arkham
Desenvolvimento
Publicadora Panini (Brasil)
Escritor(s) Adam Beechen
Doug Wagner
Frank Hannah
Lançamento 2014
Informações do Quadrinho
Gênero HQ interativa
Número de Edições #1
8 partes
Análises
★★★★☆

Batman: Origens do Arkham é uma história em quadrinhos interativa baseada no jogo Batman: Arkham Origins. Nela, o leitor toma decisões que podem acarretar em diversos desfechos, causando a morte de Batman ou não, porém com apenas um final canônico. Os eventos da HQ se passam antes de Arkham Origins.

A história em quadrinhos foi lançada em 2014 e conta como Batman iniciou sua investigação com o Máscara Negra, além de contar o primeiro encontro do vigilante com alguns futuros vilões como o Pinguim e Enigma.

HistóriaEditar

Para ver mais detalhes do enredo, visite a página Batman: Origens do Arkham/Enredo.

A história em quadrinhos mostra uma investigação que aparentemente seria comum no cotidiano do Batman. Ele queria saber um ponto fraco de Roman Sionis e seu império, e foi atrás de "Red" Mahaffey. Ele contou que Sionis queria controlar o DPGC e que usaria algum dos três homens que poderia ter mais influência corrupta lá dentro, e você deve decidir o destino de Batman.

ContinuidadeEditar

Apesar de ainda ser considerada canônica na série Arkham, Origens do Arkham tem algumas inconsistências com o jogo Arkham Origins. Nesta história, independente das escolhas do leitor, Batman irá eventualmente se encontrar com Pinguim, que em Arkham Origins deixa implícito que não acredita no Batman até sua aparição no Final Offer. Além disso, várias pontas no roteiro continuam soltas, como o envolvimento do Caça-Ratos. Caso Batman siga Loeb, ele irá ter a escolha de encontrar o Caça-Ratos e revelar seus motivos e sua participação na história, mas esse caminho resulta na morte do Batman; ou seja, se descobrir o envolvimento dele na história você morre, deixando difícil de encaixar a linha do Loeb na continuidade. A linha de Branden possui um encontro a mais com o Pinguim no navio dele, o que novamente, é deixado implícito em Arkham Origins que eles nunca se viram até o Final Offer.

Em ambas as linhas do Branden e Loeb, Batman tem seu primeiro contato com o Enigma. Apesar de Arkham Origins deixar implícito que Batman sabia quem era o Enigma antes do jogo, neste encontro o vilão hackeou o Batcomputador e o usou para ajudar o Homem-Morcego. A história em quadrinhos nunca explica o que exatamente e como ele fez para hackear o sistema do Batman, e tendo feito isso, não explica como ele não descobriu a identidade de Bruce, já que ele poderia ter rastreado o computador, além de ter a capacidade de ouvir as conversas do outro lado Batcaverna, o que poderia ter levado ele a ouvir Batman chamando Alfred pelo nome, e o mesmo o chamando de "senhor", o que poderia entregar a identidade de Bruce.

Por fim, na linha onde Batman segue Flass, ele se encontra com James Gordon, que também é deixado implícito em Arkham Origins que eles nunca se viram (apesar desta linha ser a que menos contradiz com a história já que é suposição que eles nunca se viram antes de Arkham Origins).

Na arte também é possível ver algumas inconsistências. A Batcaverna está em uma estrutura diferente da vista nos jogos (o que pode ser explicado pelo fato da HQ se passar antes do jogo, e ela ter mudado drasticamente no meio-tempo). Alfred em Arkham Origins já possuí cabelos grisalhos, mas nesta história, ele possui cabelos pretos.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.